Moradores do Vila Três aguardam inauguração da Policlínia há sete anos

A Prefeitura de São Gonçalo informou que a entrega está prevista em, ao menos, 15 meses

Enviado Direto da Redação
População aguarda inauguração da Policlinica do Vila Tres

População aguarda inauguração da Policlinica do Vila Tres

Foto: Júlio Diniz

Por Marcela Freitas


Há sete anos, moradores do Vila Três, em São Gonçalo, aguardam a promessa de inauguração da sua primeira policlínica pública. Mas a espera parece estar longe do fim. Em setembro do ano passado, O SÃO GONÇALO publicou matéria falando sobre as incertezas quanto ao futuro da edificação e, na ocasião, a Prefeitura informou que as obras seriam retomadas ainda naquele ano. Mas o ano de 2018 já chegou ao seu quarto mês e não há nenhuma movimentação para retomada das obras. Pelo contrário, a cada mês que passa, o prédio – que já estava em fase de finalização – está ficando mais deteriorado. 


As obras na policlínica foram iniciadas após a desativação de uma área de lazer no bairro e ficou parada por alguns anos, sendo retomada pela gestão anterior. Aparentemente pronta, a construção – que abrigaria os profissionais e os serviços oferecidos no Posto de Atendimento Médico (PAM) de Alcântara – está abandonada.


Moradores do bairro estão indignados com o descaso e se queixam do “elefante branco” que tirou deles a área de lazer. “São anos a espera dessa obra. O gasto com o dinheiro público me deixa revoltado. A obra está abandonada assim como essa praça. Na verdade, me pergunto se São Gonçalo tem prefeito. Eu descobri que tenho uma doença degenerativa em Niterói e o motivo é a falta de médicos na cidade. Isso é escandaloso. Entra e sai governo e nada muda. Porque gastar aluguel se tem um prédio aqui? Mas pensando bem, do que adianta um belo espaço sem médico?”, questionou o aposentado Aroldo de Assis, de 64 anos. 


 A comerciante Selma Reis, 62, disse que já cansou de ver pessoas ligadas ao governo visitando o espaço. “Sempre vejo os “engravatados” aqui. Eles olham o prédio e vão embora. Eu sempre pergunto por datas e eles falam que é em breve. Acho que vou morrer sem ver essa obra ser entregue”, afirmou.


A assessoria de imprensa da Prefeitura de São Gonçalo informou que a policlínica deve ser entregue em até 15 meses.


Espaço iria realizar 900 atendimentos por mês

Segundo dados do governo passado, no PAM Alcântara eram realizados, em média, 300 atendimentos por dia e a ideia seria triplicar esses atendimentos, já que o novo prédio oferece uma locação muito diferente da área alugada, que é escura e tem problemas estruturais.


Especialidades – A nova policlínica foi construída para abrigar as 21 especialidades médicas que funcionavam no PAM Alcântara: oftalmologia, cardiologia, endocrinologia, reumatologia, neurologia, obstetrícia, clínico geral, pediatria, angiologia, nutrição, psicologia, fonoaudiologia, otorrinolaringologia, gastrologia, hematologia, endocrinologia pediátrica, dermatologia, alergista, reumatologia, cirurgia vascular e urologia.


O objetivo ainda era tornar a unidade em referência oftalmológica e no atendimento integral ao paciente com diabetes. O espaço também abrigaria um laboratório de análises clínicas

Veja também