‘Tigre’ de São Gonçalo completa 40 anos de fundação

Agremiação já se prepara para o desfile de 2019

Enviado Direto da Redação
Desfile do 'Tigre' no Carnaval 2018

Desfile do 'Tigre' no Carnaval 2018

Foto: Leonardo Ferraz

Por Sany Medeiros e Kharine Backer

Há 40 anos, ‘nascia’ a tradicional escola de samba de São Gonçalo, a Unidos do Porto da Pedra. Atualmente no grupo de acesso (Série A) do Carnaval carioca, a escola já começa a se preparar para a festa do próximo ano.

A história da agremiação começou em 1975, no bairro do Porto da Pedra, quando desfilou pelas ruas do município como um bloco. Chamado de Bloco Carnavalesco Porto da Pedra, após dois anos, ele adquiriu a licença e passou a ser considerado, em 1978, agremiação.

No ano de 1994, a escola foi vice-campeã do desfile de avaliação para ingressar no principal campeonato do Estado do Rio de Janeiro. No ano seguinte, após entrar na Série A com o enredo “Campo, cidade em busca da felicidade” foi campeã e se classificou para o grupo especial, onde desfilam as escolas da elite do Carnaval carioca. Em 2018, a agremiação ficou em 3º lugar na colocação geral da Série A, com o enredo “Rainhas do Rádio - Nas Ondas da Emoção, o Tigre Coroa as Divas da Canção!”.

Para comemorar os 40 anos da agremiação, será feita uma feijoada, ainda sem data definida. O presidente da Porto da Pedra, Fábio Montibello, afirma ser uma alegria fazer parte do grupo. “Estar na Porto da Pedra é um sonho realizado, já que sou um dos fundadores. Acredito que a escola está voltando a ser um dos destaques e nós garantimos que, em 2019, vamos vir com tudo”, declarou.

Veja também