'Dia D' contra a febre amarela tem baixa procura em São Gonçalo

Apenas 5 mil compareceram aos postos no sábado

Enviado Direto da Redação
A vacinação acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

A vacinação acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Foto: Divulgação

A Secretaria de Saúde de São Gonçalo divulgou nesta terça-feira (6) que o município teve baixa  procura pela vacina contra a febre amarela no "Dia D" de imunização, realizado no último sábado. Apenas 5 mil pessoas compareceram aos 54 pontos de  distribuídos pela cidade. Na primeira ação realizada em janeiro, de acordo com o órgão, cerca de 14 mil pessoas foram vacinadas. 


Ainda segundo a Secretaria Municipal de Saúde, já foram imunizados contra a doença em São Gonçalo, entre o ano passado e fevereiro de 2018, cerca de 480 mil pessoas, o que representa aproximadamente apenas 50% do público-alvo. 


"É importante que a população procure as unidades para se vacinar. Já ampliamos o número de salas de vacina na cidade para atender a todos", explicou o secretário municipal de Saúde, Dimas Gadelha. 


Atualmente, funcionam, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, 43 postos de vacinação em São Gonçalo. São eles: Polos Sanitários Paulo Marques Rangel (Porto do Rosa), Rio do Ouro, Hélio Cruz (Alcântara), Washington Luiz (Zé Garoto) e Jorge Teixeira de Lima (Jardim Catarina); .Clínicas Municipais Dr. Zerbini (Arsenal); Gonçalense do Mutondo e Gonçalense do Barro Vermelho; Unidades de Saúde da Família (USF): Leôncio Corrêa e Carlos Chagas (ambas na Fazenda dos Mineiros), Itaúna, Neuza Brizola (Palmeiras), Mahatma Gandhi (Jardim Califórnia), Alexandre Fleming (Boassu), Alberto Farah (Mutuapira), Porto do Rosa, Albert Sabin (Itaoca), José Avelino (Tribobó), Doutel de Andrade (Maria Paula), Emilio Ribas (Sacramento), Quinta Dom Ricardo, Santa Izabel, Tancredo Neves (Luiz Caçador), Irmã Dulce (Trindade), Adolfo Lutz (Pacheco), Oswaldo Cruz (Amendoeira), Bandeirantes, Getúlio Vargas (Rosane), Juvenil Francisco Ribeiro (Engenho Pequeno), Luiz Carlos Prestes (Santa Catarina), Haroldo Pereira Nunes (Porto Novo), Armando Leão Ferreira (Morro do Castro), Robert Kock (Porto da Madama), Madre Tereza de Calcutá (Estrela do Norte), Jardim Catarina I e Santa Luzia; Clínicas da Família de Marambaia, Anibal Porto (Monjolos), Largo da Ideia, Roberto Silveira (Jardim Bom Retiro), Juarez Antunes e Luiz Paulo Guimarães (ambas em Laranjal) e Louis Pasteur (Guaxindiba) e PAM Neves.  


Veja também