Moradores constroem ponte em São Gonçalo

Cansados de esperar atenção da Prefeitura, população colocou a mão na massa

Enviado Direto da Redação
Os moradores construíram ponte entre a Avenida Imboassu e a Rua João Silvares, na Brasilândia

Os moradores construíram ponte entre a Avenida Imboassu e a Rua João Silvares, na Brasilândia

Foto: Leonardo Ferraz

Por Daniela Scaffo

Devido o abandono do poder público, moradores de diferentes bairros de São Gonçalo resolveram colocar a mão na massa para solucionar alguns problemas da cidade. Em Brasilândia, a população construiu uma ponte sobre o Rio Imboassu para diminuir a distância entre os bairros. E na RJ-104, os moradores roçaram o matagal dos canteiros na altura do bairro Vista Alegre.

Segundo os moradores, já existia uma ponte no local, que fica entre a Avenida Imboassu e a Rua João Silvares, porém ela era feita de madeira e estava desgastada. Depois de fazer alguns pedidos à Prefeitura de São Gonçalo para a substituição da ‘passarela’ sem ter nenhum retorno, os moradores resolveram fazer um mutirão. E, em apenas um dia, conseguiram montar a travessia.

“Reformamos essa ponte para os moradores se sentirem mais seguros. Há muitos idosos que passam por aqui e corriam muito risco, porque tinha alguns parafusos para fora. Agora, iremos concluir a obra e colocar o corrimão”, contou o vigia noturno Marcos Antônio Vieira, de 53 anos.

A dona de casa Tais Santos da Silva, 41, ficou surpresa quando viu a ponte construída, na manhã de ontem, durante reportagem de O SÃO GONÇALO.

“Com essa ponte, a gente consegue cortar caminho para chegar até o Boassu. A de madeira já estava gasta, a gente estava com medo de passar e cair. Agora, está bem melhor, mais firme”, explicou.

Já o auxiliar de enfermagem Saulo Oliveira, 48, agradeceu a construção da ponte. Ele contou que seu pai sofre de Alzhaimer e ele tinha medo de se machucar na ponte de madeira. “Agora, eu posso ficar mais tranquilo. Meu pai está debilitado e era muito difícil passar pela ponte do jeito que estava”, disse.

A assessoria de imprensa da Prefeitura de São Gonçalo foi procurada, mas não deu retorno até o fechamento desta edição.

Veja também