Moradores voltam a sofrer com vazamento de esgoto no Colubandê

Problema crônico já dura dois anos

Enviado Direto da Redação
>> Moradores da Rua Alberto de Oliveira, no Colubandê voltaram a sofrer com o vazamento de esgoto

>> Moradores da Rua Alberto de Oliveira, no Colubandê voltaram a sofrer com o vazamento de esgoto

Foto: LEONARDO F


Há pouco mais de dois meses O SÃO GONÇALO, esteve na Rua Alberto de Oliveira, no Colubandê, em São Gonçalo, mostrando os problemas enfrentados pelos moradores da via, que conviviam com um vazamento de esgoto crônico. Logo após a publicação da reportagem, técnicos da Cedae estiveram no local para solucionar o problema, mas, passado alguns dias, o vazamento voltou trazendo de volta os mesmos problemas de antes.


De acordo com a dona de casa Ana Célia de Moura, de 52 anos, o sofrimento no local já dura dois anos. Ela conta que basta chover um pouco para que as galerias transbordem.


“Desentupir as galerias é só um paliativo para essa situação que há muito tempo vem sendo negligenciada. O que necessitamos são as trocas das manilhas e de toda a rede de esgoto. Esses equipamentos instalados aqui são antigos e não suportam o crescimento no número de residências na região”, disse.


A dona de casa Jorgina dos Santos, de 54 anos, contou que teme pela saúde se sua neta.


“Esse esgoto corre na porta de nossa casa. O cheiro é insuportável. Minha neta não pode nem brincar na rua porque temos medo que ela pegue alguma doença nessa água”, afirmou. Por nota, a Ceade informou que técnicos da empresa irão ao local hoje pela manhã para fazer a desobstrução da tubulação.



Veja também