Batman de São Gonçalo é enterrado após quatro dias de espera da família

Abner morreu na sexta-feira

Enviado Direto da Redação
>> Corpo do vigilante Abner dos Santos foi enterrado ontem

>> Corpo do vigilante Abner dos Santos foi enterrado ontem

Foto: JD


O morador da Trindade Abner Vieira dos Santos, de 44 anos, conhecido como o Batman Gonçalense, foi enterrado no início da tarde de ontem, no Cemitério São Gonçalo, que fica no bairro Camarão. Desde que o homem morreu, na tarde da última sexta-feira, a família tentava agilizar os procedimentos do sepultamento por conta da burocracia que envolveu o caso.


A esposa de Abner, Patrícia Marins, contou que o vigilante deu entrada na Unidade Municipal de Pronto Atendimento (Umpa) de Nova Cidade com dores nas costas e no peito, tomou alguns medicamentos e foi liberado sem passar por exames. Em casa, ele voltou a passar mal, não resistiu e faleceu.


Ela ainda contou que o Samu e a Umpa foram acionadas sem sucesso. Quando os bombeiros chegaram, o Batman gonçalense já estava morto. Com o atestado de óbito, Patrícia foi à delegacia para solicitar a remoção do corpo, e a Defesa Civil só teria chegado à meia-noite.


Mesmo após todo descaso enfrentado, a família ainda teve que resolver outra questão: divergência entre o laudo assinado pelo médico da Unidade Municipal de Pronto Atendimento (Umpa) de Nova Cidade, que declarava a causa da morte como indeterminada e o atestado de óbito emitido pelo Instituto Médico Legal (IML) que informava infarto.


Por conta disso, a família não conseguia a liberação do corpo para marcar o sepultamento, que só pôde acontecer na tarde de ontem, já que, no domingo, não havia mais vagas para o enterro ser realizado pela funerária municipal.


Sepultamento - Cerca de 20 pessoas se reuniram para darem o último adeus a Abner, no Cemitério São Gonçalo. O enterro teve que ser com o caixão fechado, mas mesmo assim, familiares resolveram prestigiá-lo com lembranças de algumas das paixões do vigilante. Por isso, um escudo do Flamengo e adesivos do Batman foram colados em seu caixão.



Veja também