Moradores de São Gonçalo enfrentam demora para emitir carteira de identidade no Detran

Terceirizados fazem greve por salários atrasados

Enviado Direto da Redação
>> André Luiz está há oito meses tentando emitir uma carteira de identidade para o filho

>> André Luiz está há oito meses tentando emitir uma carteira de identidade para o filho

Foto: JD


Quem procura os postos do Detran de São Gonçalo, para agendar a retirada da carteira de identidade, tem enfrentado uma verdadeira “via crucis”. O problema começou com a greve dos funcionários terceirizados da empresa Prol, que cobram pagamentos de salários atrasados.


Sem receber, eles cruzaram os braços, dificultando a vida de milhares de cidadãos que pedem um direito básico: ter um documento de identificação. Este é o caso do motoboy André Luiz dos Santos, 36 anos, que há oito meses vem fazendo uma peregrinação sem sucesso para retirar a identidade do filho, que acaba de completar 18 anos, e necessita fazer o alistamento militar.


“Isso é um descaso com o cidadão. Já perdi as contas de quantas vezes visitei os postos do Detran em São Gonçalo, Niterói, Itaboraí e Rio Bonito. Antes eles me mandavam agendar por telefone e nunca consegui. Agora, nem isso é possível. Estou muito revoltado com esse desrespeito. No Detran de Neves, me cobraram uma taxa R$ 20 para agendar e era tudo mentira. Se preciso for, pago até mais. O que quero é que meu filho tenha o direito de ter seu documento”, reclamou.


O Detran informou que diante da dificuldade dos cidadãos, eles iniciaram ontem mutirões para atender a população, mas apesar da dificuldade dos moradores de São Gonçalo, nenhum atendimento extra foi montado na região.


Para emitir a primeira e segunda via de identidades, os cidadãos poderão procurar a sede do departamento, no centro da cidade, e os postos de vistoria da Francisco Bicalho (São Cristóvão) e da Barra da Tijuca. O mutirão será realizado diariamente das 9h às 16h e disponibilizará senhas a partir das 7h30. As unidades da Barra e da sede vão disponibilizar 300 senhas por dia para o serviço. Já o mutirão no posto da Francisco Bicalho oferecerá 180 senhas.


O Detran também ampliou o atendimento nos municípios de Nova Friburgo, Macaé, Volta Redonda, Teresópolis, Petrópolis, Cabo Frio, Angra dos Reis, Parati, Três Rios e Resende .


Ainda sobre os pagamentos, o Detran informou que Uma ordem judicial impede que o Detran faça os pagamentos para a empresa Prol, responsável por parte dos funcionários terceirizados da Diretoria de Identificação Civil. Este problema fez com que postos de identificação civil do Detran tivessem seus serviços paralisados devido à falta de pagamento dos funcionários terceirizados da Prol.


Por causa da não prestação de serviço, o Detran rescindiu o contrato com a Prol e começou a contratação de uma nova empresa. Na próxima semana, será publicada no Diário Oficial a homologação da empresa Angels como vencedora do processo.


No final de 2017, o Detran rescindiu dois contratos da Prol, que prestava serviços para as diretorias de veículos e de habilitação, por causa da ineficiência na prestação de serviços e o não cumprimento das cláusulas contratuais. Duas novas empresas assumiram os serviços e o atendimento para a população foi prontamente restabelecido.



Veja também