Via Binário inaugurada em 2016 já apresenta péssima condição de conservação

Carros, motos e ônibus precisam desviar de buracos

Enviado Direto da Redação
>> Motoristas e motociclistas precisam desviar dos buracos que estão por toda a Via Binário

>> Motoristas e motociclistas precisam desviar dos buracos que estão por toda a Via Binário

Foto: Débora Vieira


Inaugurada no fim de 2016, a Via Binário, que liga os bairros de Lagoinha e Alcântara, em São Gonçalo, já apresenta péssimas condições de consevação. Na altura do Raul Veiga, na Rua Luiz Mota, um trecho de aproximadamente 100 metros está completamente deteriorado, com enormes buracos que estão causando acidentes e a destruição de veículos.


No início da tarde de ontem, durante o tempo em que a equipe de O SÃO GONÇALO esteve no local, foi possível perceber, ao menos, três freiadas bruscas, por conta dos buracos, que quase se transformaram em acidentes. Segundo moradores, isso é algo comum na rua, já que muitas pessoas desconhecem a existência dos buracos e depois tentam parar antes de destruírem seus automóveis.


“Eu pego ônibus aqui todo dia por volta das 4h30 da manhã. Sempre tem carro quebrado. Hoje (ontem) mesmo um rapaz destruiu o veículo dele aí. Provavelmente ele não conhecia, aí acelerou um pouco e quando percebeu já estava na cratera. Se vem alguém atrás, bate”, disse o autônomo Raimundo Baiano, de 46 anos.


Para outro morador, que não se identificou, a promessa de uma revitalização na rua, durante a construção da Via Binário, nunca aconteceu. Ele contou, que apenas uma pequena parte das pistas que deveriam ser contempladas com asfalto novo foram, de fato, realizados.


“Isso acontece desde que fizeram essa obra. O asfalto chegou próximo daqui, mas nunca nesta área. O que tem hoje, é o que tinha anos atrás. As vezes a prefeitura vem, joga alguma coisa aí e tapa. Mas sempre abre novamente”, disse o rapaz.


Diversos motoristas que passavam pelo local reclamaram das condições da pista. Mesmo sem parar o veículo, um deles gritou ao passar, lentamente, pelos buracos. “Isso é uma vergonha”.


A Secretaria de Desenvolvimento Urbano informa que irá enviar uma equipe ao local até a próxima semana para verificar a demanda e tomar as providências necessárias.


Veja também