Motoristas reclamam de buracos e falta de iluminação no Viaduto de Santa Luzia

Alguns trechos apresentam crateras de mais de um metro

Enviado Direto da Redação
O DER faz operação tapa-buraco, mas eles voltam a aparecer com o uso contínuo da estrada

O DER faz operação tapa-buraco, mas eles voltam a aparecer com o uso contínuo da estrada

Foto: Leonardo Ferraz


O SÃO GONÇALO mostrou a “dolorosa” travessia enfrentada por motoristas que precisam trafegar pelo viaduto de Santa Luzia em julho deste ano. O problema é duplo: buracos somados à falta de iluminação. Na ocasião, membros da Prefeitura de SG se sensibilizaram com o problema e assumiram a operação tapa buracos no local, que seria de responsabilidade do Departamento de Estradas e Rodagens (DER), do Governo do Estado.


Passados apenas quatro meses da obra, os buracos voltaram a assombrar os motoristas que relatam, novamente, uma série de acidentes no local. Na manhã de ontem, a equipe de O SÃO GONÇALO esteve no local e constatou as oscilações no solo da pista sentindo Itaboraí do viaduto. Em alguns trechos, os buracos tinham mais de um metro. “Sou morador daqui e já me acidentei muitas vezes nesse trecho.


Falta cuidado com essa rodovia. São Gonçalo todo sofre, mas aqui a situação é ainda pior. Essa via não tem recebido investimento e só tapar os buracos não é suficiente, já que são muitos veículos pesados”, disse o aposentado Gelson Manfred, de 60 anos. O motorista Flavio Rodrigues reclamou dos prejuízos sofridos. “Os motoristas estão sendo prejudicados com os pneus que estão estourando ao passar nesse trecho. À noite, há um risco ainda maior de acidente, já que também não há iluminação”, alertou.


A assessoria de imprensa do DER informou que tem feito operações tapa-buraco em alguns trechos para dar maior trafegabilidade. O órgão continuará com este procedimento até a situação do Estado ser normalizada. Por enquanto, não há nenhuma novidade sobre uma eventual privatização da via.


Veja também