TJ faz campanha sobre encaminhamento de bebês para adoção

Evento será realizado no dia 11 de outubro

Enviado Direto da Redação
O objetivo é alertar sobre a importância do encaminhamento de bebês para adoção

O objetivo é alertar sobre a importância do encaminhamento de bebês para adoção

Foto: Reprodução/ Agência Brasil

Para alertar sobre a importância do encaminhamento de bebês para adoção, a Coordenadoria Judiciária de Articulação das Varas da Infância e Juventude e do Idoso (Cevij), do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ), lança a campanha “Entregar é Proteger”. O evento será realizado no dia 11 de outubro, às 10h, no Auditório Antônio Carlos Amorim, no Fórum Central.


O presidente da Cevij, juiz Sérgio Luiz Ribeiro de Souza, explica que um dos objetivos da campanha é combater o preconceito contra pais biológicos que não desejam permanecer com a criança. “Na Justiça, não há julgamento moral. Entregar um bebê para adoção é decisão prevista e amparada pela lei em nosso país. A mãe e o pai receberão orientação da equipe interdisciplinar das Varas com competência em Infância e Juventude para reflexão e amadurecimento da decisão”, esclarece.


Os pais participam de audiência com o juiz e um representante do Ministério Público. “Nós acolhemos os pais, ouvimos as razões, procuramos ajudar – quando se trata de uma dificuldade que pode ser superada com apoio da rede pública – e respeitamos a decisão final”, afirma.

Veja também