25 de Abril de 2014

Geral
Enviado por Paulo Victor Magalhães 8/1/2011 18:13:37

Colubandê

“Galão-bandê”, “Engenho de Galambandé”, “Golambandê”, “Alambandé”. Inicialmente, essas foram as quatro formas empregadas até chegar ao nome atual do Colubandê. Grande centro comercial de São Gonçalo, no bairro encontra-se o mais importante exemplar da antiga arquitetura rural brasileira: a fazenda Colubandê. No local, desde 1988, funciona o Batalhão de Polícia Florestal e de Meio Ambiente da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (BPFMA), e uma pequena vila esportiva. Só no ano passado, a fazenda recebeu 15 mil visitantes e é considerada a construção mais antiga conservada no estado. A região ainda abriga uma unidade das Centrais de Abastecimento do Estado do Rio de Janeiro (Ceasa), complexo considerado o 2º maior do Brasil, além do espaço onde funcionou o Bingo São Gonçalo, atualmente depósito de bens do Corpo de Bombeiro, e o Hospital Estadual Alberto Torres (HEAT).

Apesar de os nomes iniciais do bairro terem fonética africana, não há um consenso sobre a origem da palavra Colubandê. Foi levantada a hipótese da origem indígena, mas foi logo descartada em virtude de não ter sido encontrada em nenhum livro, dicionário ou enciclopédia específica. A mesma situação ocorreu no continente africano. No passado, a região pertenceu a um judeu e cogitou-se, finalmente, na possibilidade de o nome ser de origem judaica e que o nome Colubandê corresponderia às Colinas de Golã, região em que a participação do povo judeu era muito grande. O livro “São Gonçalo, sua história e seus momentos”, dos autores, Marcos Vinícios Macedo Varella e Nilda Ferreira Mendes Filha, mostra que essa seria a história mais provável sobre a origem do nome.

Lugar Histórico - Tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 23 de março de 1940, a Fazenda Colubandê foi contruída no século 17 por Catarina Siqueira, proprietária do Engenho Nossa Senhora de Mont´Serrat, depois Engenho Colubandê e, hoje, com o nome de Fazenda. Em meados do século da sua construção, Catarian Siqueira vendeu a fazenda para Duarte Ramires Leão. Ao longo do tempo, outras pessoas se tornaram proprietárias e, em seu piso, gasto pelo tempo, é possível ver uma sepultura onde imagina-se estar enterrado Antônio de Souza, provável vigário da capela ou arrendatário da fazenda. Esse era um procedimento comum na época e seguido até meados do século 20. De seu altar foram furtadas, na segunda metade do século 20, as imagens de Nossa Senhora de Santana e São Joaquim, talhadas em madeira e datadas do século 18.

Na década de 1990, alguns guias (do Complexo) de visitantes e de excursões à fazenda informavam que o seu último proprietário havia sido o Barão de São Gonçalo, e que o mesmo fora sepultado no interior da capela. Essas informações também foram questionadas por estudiosos especializados no assunto, o que demonstra o despreparo daqueles que se propõem a divulgar a história do município.

De acordo com Paulo Santos, no seu livro intitulado “Quatro Séculos de Arquitetura”, a sede da fazenda do Colubandê está inserida na categoria de arquitetura civil, incluindo casas de chácara ou de campo. O arquito se refere à construção como de “formas desativadas e acolhedoras”.
“A fazenda tem o prestígio de ser uma das casas mais autenticamente brasileiras, o que pode ser constatado comparando-a com as reproduzidas nos inventários da Academia de Belas Artes de Lisboa e na publicação Arquitetura Popular em Portugal”, destaca o escritor e arquiteto.

Batalhão Florestal - O comandate do BPFMA, tenente coronel Mário Fernandes, explica que mesmo o espaço sendo um reduto militar, a população em geral pode fazer visitação, com comunicado prévio:
“Quando solicitada, através de contato prévio ou ofício, a visitação é permitida e temos um guia que vai acompanhar os vistantes por todo o espaço e mostra o valor histórico que a fazenda Colubandê tem. Aqui, as pessoas podem visitar todo o espaço externo, além da igreja e a antiga senzala”.

O BPFMA está localizado no Colubandê e comanda todos os outros postos do Estado do Rio de Janeiro e é uma unidade da Polícia Militar especializada em policiar o meio ambiente. Ao todo, a corporação tem 400 homens em campo, sendo 100 somente em São Gonçalo, que cobre toda a Região Metropolitana.

Praça - A famosa praça do bairro, conhecida como pracinha do Colubandê, é um espaço de lazer para os moradores e um importante local de passagem, assim como ponto dos ônibus que saem de Alcântara em direção a Niterói e Rio de Janeiro. O Governo do Estado do Rio de Janeiro liberou pouco mais de R$ 33 milhões para o asfaltamento e restauração de ruas da cidade e a praça está incluída no pacote, estando em obras há mais de seis meses. A expectativa entre os ambulantes que trabalham no local é grande deque o espaço fique mais bonito.

Onde antes funcionava o Bingo São Gonçalo, na Rua Capitão Juvenal Figueiredo, 1372, ao lado do Ceasa, é o depósito de viaturas e bens do Corpo de Bombeiros. O então bingo foi transformado em depósito há cerca de um ano e conta, em seu quadro de funcionários, com dois oficiais bombeiros e um vigia 24 horas.

Hospital - A unidade médica conta com o maior Centro de Tratamento Intensivo da rede de hospitais do Estado do Rio de Janeiro, entre públicos e privados. O hospital, que antes contava com 40 leitos, sendo 29 de adultos e 11 pediátricos, abriga, atualmente, mais 35 leitos para adultos, somando um total de 75 leitos. Destes, sete são de isolamento, para atendimento a pacientes com doenças infecciosas ou com imunodeficiência. O HEAT é referência para atendimento de alta e médica complexidade de clínica médica, ortopedia, trauma e tratamento intensivo a pacientes graves. Só este ano, foram feitos mais de 336 mil atendimentos na unidade, incluindo emergência, serviço de pronto atendimento, internações, consultas, diálise, curativos, raio-x e tomografia.

SERVIÇO
lFazenda Colubandê / Batalhão Florestal
Endereço: Rodovia Amaral Peixoto - KM 10 - Colubandê
Telefones: 2701-0798 / 2701-0832
lCeasa
Endereço: Rodovia Amaral Peixoto - Km 9,5 - Colubandê
Telefone: 2603-1409





<< Primeira < Anterior   [ 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10  ] Próxima > Última >>

Expediente | Anuncie Aqui | Trabalhe Conosco | Twitter | Comunidade no Orkut | RSS | Fale Conosco
©Copyright O SÃO GONÇALO - Todos os direitos Reservados

Ilhota Leste Comunicação