Estações do ano: Iverno

Enviado Direto da Redação

Meias, casacos, luvas, chocolate quente, gorros, cachecóis, cobertores. É chegada a estação que é comumente caracterizada por ser a época do ano com as temperaturas mais baixas, dias mais curtos e noites mais longas, visto que a incidência de raios solares é menor nessa porção da Terra. O inverno, do latim hibernu, tempus hibernus, tempo hibernal, este ano teve seu início às 01h24 do dia 21 de Junho e terminará no dia 22 de Setembro, com o equinócio da Primavera. Como a temperatura cai nesse período, as pessoas tendem a utilizar roupas mais quentes e a passar mais tempo dentro de casa, principalmente debaixo das cobertas. 

As regiões Sul e Sudeste são as mais afetadas pelas características desta estação. O Brasil, por apresentar a maior parte do território na Zona Intertropical (próxima à linha do Equador), não possui as quatro estações bem definidas. O inverno é mais rigoroso nos estados da Região Sul (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul). Esses locais podem registrar temperaturas negativas, além da ocorrência de neve em determinados pontos.

Esta estação tem influências na fauna e na flora em diversas regiões do planeta, como por exemplo, nas de extremo frio, algumas espécies de animais hibernam durante o inverno. Neste estado, o metabolismo destes animais fica reduzido, como forma de manter a energia. Um exemplo típico de animal que hiberna durante o inverno é o urso polar. Aquelas onde o inverno é seco, as árvores perdem as folhas, recurso usado para manter a pouca quantidade de água que possuem. 

Durante esta estação também é bem comum ocorrer a migração de algumas espécies de aves. Muitas buscam o hemisfério oposto ao inverno, onde ocorre o verão, como forma de garantir alimentação em abundância e temperaturas mais elevadas.

Nessa época do ano as chuvas tornam-se escassas, o que torna o clima frio e seco, com baixa umidade do ar, por isso, doenças respiratórias são comuns nesse período, principalmente em crianças e idosos. Asma, bronquite, pneumonia, infecções de garganta e ouvido, sinusite, rinite, gripes e resfriados são as principais causas da procura por hospitais durante essa época.

Uma boa dica para a estação é, com a alimentação. O indicado é manter uma alimentação à base de produtos mais energéticos e calóricos, para suprir as necessidades de aquecimento do nosso corpo. Além disso, pratos quentes como sopas, chás e chocolates são mais agradáveis de ser consumidos, pois nosso organismo gasta mais energia para se manter aquecido e os alimentos que ingerimos é que vão ajudá-lo a se manter quente.

Também durante o inverno, muitas pessoas, diversas famílias sofrem muito por não terem condições mínimas de se aquecer. Moradores e animais de rua se amontoam muitas vezes envolvidos em plásticos e papelões na tentativa de se agasalharem, mas por vezes não resistem ao frio, adquirem doenças e acabam morrendo. Por isso, é muito comum vermos campanhas de doação de agasalhos, cobertores e alimentos para estes fins. Essas campanhas acontecem geralmente em shoppings centers, lojas, locais de trabalho, ONGs e escolas e são de suma importância, pois nossa solidariedade pode salvar vidas.

Doe um agasalho e/ou um cobertor para quem precisa. Esta ação com certeza irá aquecer não só uma pessoa, mas o coração de quem a praticar. “O AMOR ESPANTA O FRIO MELHOR QUE QUALQUER MANTA”. (HENRI WADSWORTH LONGFELLOW) – Preserve o meio ambiente

Veja também