Estações do ano, Outono

Enviado Direto da Redação

Dia 20 de Março de 2017, às 07h29 (sem horário de verão), iniciou-se o Outono, estação que sucede o Verão e antecede o Inverno, por isso considerada como uma época de transição entre o período mais quente e o mais frio do ano, razão pela qual é simbolicamente associada a tempos de transição, renovação e transitoriedades, poeticamente falando. Imagens de quedas de folhas e de árvores “nuas” também se vinculam artisticamente a essa estação, embora esse tipo de paisagem não se manifeste exatamente dessa forma em todos os lugares. É no período do chamado equinócio de outono onde constata-se a gradativa redução da luz solar diária. Isto acontece pois a Terra encontra-se igualmente iluminada, entre o Hemisfério Norte e Sul, pelo sol, por isso acontecem dias e noites com a mesma duração. O outono apresenta características parecidas a estação do inverno, com temperaturas amenas e massas de ar frio, um grande período de seca, bem como do verão, havendo mudanças bruscas de temperatura. À medida que os dias do outono vão se passando, a iluminação da Terra pelo Sol vai ficando cada vez mais desigual, o que provoca a duração menor dos dias em relação às noites. Essa redução na incidência de radiação sobre a superfície provoca diversas alterações climáticas e naturais. No Brasil, ocorre uma queda de temperatura nas regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul. Nessa última região (e também nas regiões serranas), podem acontecer algumas geadas e, eventualmente, neve. É a época propícia para as colheitas, por isso devemos aproveitar o aumento da produtividade para consumir mais frutas, provendo assim nosso organismo com as vitaminas que estas fornecem. Algumas frutas marcam esta estação, como por exemplo, pêra, caqui, figo, carambola, castanhas e maçã. Neste ano, a estação de transição será bem diferente do ano passado quando foi influenciada pelo El Niño. “As estações dependem da temperatura dos oceanos e principalmente do Oceano Pacífico, que é o maior do globo. O fenômeno meteorológico fez com que o calor predominasse e a chuva mais volumosa ficasse concentrada no Sul do Brasil no outono de 2016. Desta vez, as chuvas tendem a diminuir lentamente sobre boa parte do país”, conforme afirmação do meteorologista Celso Oliveira. De uma forma geral, o outono vai ser marcado pela oscilação de temperaturas, alternando períodos quentes com ondas de frios intensos. As temperaturas só devem ficar abaixo do esperado para a estação no extremo norte do país por conta da atuação da ZCIT (Zona de Convergência Intertropical), e no leste do Nordeste, que está com a água do mar mais fria que o normal. A mudança de temperatura juntamente com o ar seco pode nos deixar muito mais suscetíveis a infecções, resfriados, gripes e doenças respiratórias. O outono é uma época muito aconchegante, charmosa e bonita, mas é sempre bom lembrar dos cuidados com a alimentação e com a saúde do corpo. Dessa forma conseguiremos aproveitar ao máximo a estação e manter a qualidade de vida. “REPARA QUE O OUTONO É MAIS ESTAÇÃO DA ALMA DO QUE DA NATUREZA.” (CARLOS DRUMOND DE ANDRADE) - Preserve o meio ambiente -





Veja também