Gonçalense quer montar atividade voltada para o futebol em solo africano

Bruno fez treinamento transcultural para estudar sobre o país

Enviado Direto da Redação
 Bruno junto e a esposa querem fundar um centro poliesportivo

Bruno junto e a esposa querem fundar um centro poliesportivo

Foto: Divulgação

Por: Rennan Rebello

O futebol é um esporte que ultrapassa as quatro linhas de onde o jogo é praticado. Em São Gonçalo, o barbeiro Bruno Dias, 33, que trabalha em Alcântara, recebeu uma missão especial: ser missionário, em Cabo Verde, pela Assembleia de Deus do Colubandê. E inspirado, no projeto socioesportivo Meninos da Vila, que já foi noticiado em O SÃO GONÇALO, Bruno quer montar uma atividade semelhante, voltada para o futebol, em solo africano.

“Vim de São Paulo recentemente e por lá, passei por um treinamento transcultural de missões para estudar mais sobre o país. Pretendo utilizar o futebol como ferramenta de transformação e a inspiração veio do ‘Meninos da Vila’, que o Professor Maiato, desenvolve na Vila Olímpica Fazenda Colubandê. Conheci Maiato, que cortava o cabelo na minha barbearia, e fiz estágio com ele neste projeto. Foi bastante proveitoso e quero copiar o formato, que também trabalha o aspecto social”, explicou.

Na jornada que se iniciará daqui a um mês, Bruno terá a companhia de sua esposa, Monique Vieira, 30, em sua missão em Assomada, interior da Ilha de Santiago, que compõe o arquipélago de 10 ilhas que compõe Cabo Verde.

“A Monique é pedagoga e também técnica de enfermagem e eu também tenho o ofício de babeiro e podemos utilizar nossas profissões para ajudarmos o próximo em nossa missão”, revelou.

Na bagagem, o gonçalense que é treinador de futebol por formação, também levará sua experiência esportiva como trunfo para o sucesso de sua empreitada esportiva.

“Sou formado como técnico pela Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio) e futuramente quero criar um centro poliesportivo com contexto escolar e oferecer outras atividades, como o voleibol”, finalizou Bruno.

Veja também