São Gonçalo sediará Copa Apolinho de futebol master

Torneio vai reunir equipes de veteranos de clubes do Rio, no campo do Gradim, a partir de sábado

Enviado Direto da Redação
 Os organizadores fecharam parceria com a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer de São Gonçalo

Os organizadores fecharam parceria com a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer de São Gonçalo

Foto: Divulgação

Por Rennan Rebello


No próximo sábado (10) a bola vai rolar na 1ª Copa Apolinho de Futebol Masters, competição amistosa com jogadores veteranos com mais de 40 anos, na sede do Gradim Futebol Clube, em São Gonçalo. Entre os participantes estão confirmados o Fluminense, São Gonçalo F.C, Bonsucesso, CFZ, Duque Caxiense, Madureira, Nova Iguaçu e Olaria.


Os jogos acontecerão a partir das 8h e a entrada será 1kg de alimentos não perecíveis que serão doados à comunidades em torno do campo. O nome do campeonato faz alusão ao radialista da Rádio Tupi, Washington Rodrigues, o Apolinho, que tem longa trajetória no jornalismo esportivo e no futebol, chegando até ser treinador do time profissional do Flamengo em 1995. “Eu sou muito ligado ao futebol e esse torneio tem objetivo de trazer entretenimento para a nossa cidade. A população poderá ter contato com ex-jogadores que fizeram história como o Deley, campeão brasileiro em 84 pelo Flu. Em 2010 organizei a Copa Luiz Mendes de futsal no Mauá. Dessa vez resolvi homenagear o Apolinho que é um ícone da comunicação esportiva no futebol de campo”, disse o idealizador do evento, Rogers Índio, que é ex-jogador com passagens pelo Paraná Clube, Al-Ansar, do Líbano e Portuguesa, da Ilha do Governador.


A Secretaria Municipal de Esporte e Lazer abraçou a causa e é um dos parceiros do projeto. “O secretário Joaquim de Oliveira foi bastante receptivo à nossa causa. A Secretaria fornecerá toda infraestrutura para que tudo ocorra bem”, explicou Índio.


Uma surpresa está reservada para o dia da final, 12 de maio, quando vetereanos do Gradim F.C farão a preliminar contra o masters com mais de 50 anos, do S.G.F.C.


Homenageado do torneio, Apolinho, mostrou-se contente com a lembrança do comitê gestor da competição amistosa. “Sempre fui peladeiro e para mim é uma honra dar nome a essa competição que reunirá tantos ex-jogadores. Estou muito feliz com em ser lembrado”, comentou o comunicador.

Veja também