Incrível!

Enviado Direto da Redação

Como parar o Corinthians? O jogo de domingo contra o Fluminense no Rio mostrou exatamente o que é esse time. Pragmático, organizado, paciente, frio e confiante. O timão montado por Fábio Carille é uma equipe que sabe muito bem o que quer, e como conseguir. Dá a bola para o adversário, se fecha atrás em linhas bem compactas, não força a marcação. O adversário erra, o contra-ataque é armado, veloz e mortal. E quando nada disso dá certo, a bola parada é sempre uma alternativa.

Claro que o time não é invencível. Mostrou várias falhas contra o Flu. As linhas defensivas são compactas, mas jogam até certo ponto adiantadas, o que permite bolas nas costas. Além disso, o time sentiu a falta do zagueiro Pablo no domingo, mesmo sabendo sofrer. Mas as bolas altas deram trabalho para Cássio. Literalmente, eu não consigo ver nenhuma outra falha que seja.

Dezesseis jogos no campeonato, doze vitórias e quatro empates. Nenhuma derrota. Se o Corinthians vencer os três jogos que ainda lhe faltam no primeiro turno chegará a 49 pontos. Se repetir o mesmo desempenho na segunda metade da competição, chega a 98 pontos. É inacreditável o que vem fazendo a equipe paulista.

Não é o futebol mais bonito ou mais envolvente. Ninguém vai ficar apaixonado pelo futebol que prática o Corinthians. Provavelmente não terá o melhor ataque da competição, e deve ter diversas vitórias como a de domingo: um a zero, numa bola quase despretensiosa que acha o cara certo pra guardar. Mas mesmo assim, o time é um exemplo de rigor tático, de vontade, e solidez. O Brasileirão 2017 já tem dono. E por mais que aconteçam tropeços, nenhum outro time parece ameaçar o reinado do Coringão.

Veja também