Que fase!

Enviado Direto da Redação

Momento é uma coisa muito importante no futebol. O Flamengo por exemplo está num ótimo, com várias vitórias seguidas. O Vasco também, mesmo que tenha apenas empatado no fim de semana, vem mostrando força no campeonato, e segue na parte de cima da tabela, assim como o Fluminense, que ainda não havia jogado quando essa coluna foi escrita, mas vem de uma vitória maiúscula na quinta passada, mesmo com uma quantidade enorme de desfalques por lesão. Agora, a fase do Botafogo, é realmente uma coisa de dar dó.

Três derrotas consecutivas, viu sua grande contratação na temporada se aposentar, não consegue reforçar o time, e já apresenta um modelo de jogo que vai cansando. Foi o time B que perdeu para o muito líder Corinthians, e ainda assim por apenas um a zero, mas o time simplesmente não jogou futebol. Mesmo a proposta botafoguense ser de ficar recuado para buscar o contra-ataque, nem isso se viu contra o Timão. Eu ainda acho que Jair faz um grande trabalho a frente do time, mas a diferença que existe entre titulares e reservas é algo incrível.

Guilherme decidiu contra o Sport na Copa do Brasil, mas é mais correria que qualquer outra coisa. Dudu Cearense desfila em campo com ar de ex-jogador. Roger não tem um único substituto. Arnaldo e Gilson muitas vezes nem laterais parecem. Leandrinho nunca conseguiu provar nada. E a gente pode continuar nessa por um tempo. Mas fica pior quando se percebe que vários titulares ainda rendem bem abaixo.

Camilo ficou em 2016, Jõao Paulo não disse a que veio, Pimpão, assim como a equipe num geral, está numa fase péssima. Com jogo da Libertadores na quinta, seria ótimo que o time voltasse a ter a confiança e a garra do início da temporada, porque quando a fase não é boa amigo, nem Deus ajuda.

Veja também