Niterói inaugura Centro Integrado de Segurança

Enviado Direto da Redação

Prefeito Rodrigo Neves inaugurou o Cisp em Piratininga ontem

Foto: Leonardo Ferraz

A Prefeitura de Niterói inaugurou, ontem, o Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp), em Piratininga. A cerimônia contou com a participação do prefeito Rodrigo Neves, do governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, e da secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki. Pezão afirmou que Niterói deu um passo à frente na questão da segurança pública com a implantação do Cisp. “Niterói larga na frente com essa ferramenta importantíssima. Integração na segurança pública é vital”, salientou.

Equipado com tecnologia de ponta, o Cisp vai integrar todas as forças de segurança estaduais, federais e municipais, além do Corpo de Bombeiros, NitTrans e Defesa Civil. O centro contará, até o final do ano, com 600 câmeras, que vão monitorar toda a cidade 24 horas por dia. Inicialmente, vão funcionar 200 dispositivos de monitoramento. Do total de câmeras, 50 terão alcance de 360 graus e outras 50 serão analógicas e inteligentes.

O Cisp conta também com 80 botões de alerta que serão instalados em locais como terminais rodoviários e barcas, escolas públicas, conjuntos habitacionais do “Minha Casa Minha Vida”. Outros equipamentos também estão disponíveis aos agentes.

O prefeito Rodrigo Neves afirmou que Niterói será uma das cidades mais vigiadas do Brasil. “Se não fosse essa união da Prefeitura com os governos federal e estadual, não conseguiríamos fazer o que estamos fazendo. Hoje é um dia histórico. O Cisp é uma ferramenta estratégica para as forças policiais. Com ele, vamos atuar na prevenção e na elucidação dos crimes. Apesar do Cisp ter sido estruturado para atuar na segurança pública, ele também vai contribuir muito para o trânsito e a conservação”, disse.

Regina Miki também defendeu as ações integradas. “A segurança é o centro de todas as políticas públicas e a integração nesta área é muito importante. O Cisp materializa isso, traz o benefício ao policial de usar cada vez menos a força e mais ações de inteligência”, resumiu.

3 (1) cópia

Veja também