Construções abandonadas deixam moradores em alerta

Obras paralisadas trazem preocupações

Enviado Direto da Redação
Prédios estão abandonados, desde 2012, em terreno entre bairro de Itambi e a BR-493.

Prédios estão abandonados, desde 2012, em terreno entre bairro de Itambi e a BR-493.

Foto: LEONARDO F

O que era para ser um conjunto habitacional para a população de Itaboraí, acabou se tornando uma grande dor de cabeça para os moradores de Itambi. Abandonada desde 2012, uma obra de oito prédios virou um verdadeiro local de uso de drogas e assaltos. A falta de iluminação ainda contribui para a ação dos criminosos.


A obra que fica entre uma parte do bairro e a rodovia BR-403 (Manilha-Magé), virou passagem dos moradores que precisam caminhar até a pista para pegar uma condução. Com isso, homens se escondem no local e acabam assaltando as pessoas.


"Está completamente abandonado. Não tem luz, não tem policiamento e precisamos passar por aqui. Tem muito assalto, nosso bairro ficou muito perigoso", disse uma moradora que, por medo, preferiu não se identificar.


Quem passa pelo lugar, percebe logo o abandono. Com prédios não acabados, é possível ver várias pichações com siglas de facções criminosas, falta de janelas e portas que já haviam sido instaladas.


"Agora já levaram tudo. Mas lá atrás era possível ver todo dia alguém levando algo que estava aí dentro. Agora que não tem mais nada, levam de quem passa aqui. Se tivesse pelo menos iluminação", argumentou um morador de 35 anos.


A obra, iniciada em 2008, foi paralisada em 2012 após a prefeitura e a construtora rescindirem o contrato de construção. Esta paralisação foi critica por um morador do bairro.


"Para começar e não terminar, é melhor nem fazer. Olha quanto dinheiro público foi jogado fora. Agora quem se responsabiliza?", questionou um rapaz sem se identificar.


A assessoria de imprensa da Prefeitura de Itaboraí informou que o bairro está inserido no cronograma que visa proporcionar melhores condições aos moradores.

Veja também