Cuidados com doenças respiratórias devem ser redobrados no verão

Especialista dá dicas para o dia a dia

Enviado Direto da Redação
>> Dicas simples podem ser incorporadas no dia a dia para diminuir os riscos

>> Dicas simples podem ser incorporadas no dia a dia para diminuir os riscos

Foto: Divulgação


Uma pesquisa divulgada pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) comprova que o acúmulo de partículas e gases nocivos lançados na atmosfera, principalmente nas épocas mais quentes do ano, funciona como gatilho de doenças respiratórias preexistentes.


Ou seja, os cuidados na estação mais quente do ano não são restritos a problemas de pele ou micoses apenas. Com o clima seco, a poluição, aliada à altas temperaturas, sobe o índice de infecções respiratórias e pneumonias.


Segundo a fisioterapeuta e pesquisadora da Unifesp, Sílvia Letícia Santiago, há dicas simples e que podem ser incorporadas ao dia a dia para diminuir os riscos de doenças respiratórias, como gripes, sinusite, faringite, asma, bronquite e pneumonia.


Veja também