Deputados aprovam projeto para o tratamento de TDAH

Enviado Direto da Redação

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou, em segunda discussão, o projeto de lei 418/15, dos deputados Nivaldo Mulim (PR) e Tio Carlos (SDD), que cria o programa de diagnóstico e tratamento do Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH).

O programa estabelece ações desde a educação infantil para a detecção e tratamento especializado da criança diagnosticada com o TDAH, incluindo as redes públicas de educação, saúde e assistência social.

Nivaldo Mulim disse que percebeu a questão dentro de casa, pois tem um filho diagnosticado com o TDAH e, como o programa já existe em São Gonçalo, se inspirou a fazer o mesmo no Estado. “Recebemos emendas que enriqueceram o projeto, que ajudará o Estado a cuidar dessas crianças e orientar da forma correta os profissionais e a família para que ela seja integrada ao sistema de ensino de acordo com as suas necessidades”. O projeto segue para o governador.

Veja também